Peeling Químico - Mario Cardoso

Tratamentos

Peeling Químico

O que é o Peeling Químico?

Exposição ao sol, acne e idade podem deixar a pele irregular, enrugada, manchada ou com cicatrizes. Se você quiser que sua pele pareça mais suave e jovem, considere o peeling químico, que utiliza uma solução química para suavizar a textura da pele, removendo as camadas exteriores danificadas.

Embora peelings químicos sejam utilizados principalmente na face, também podem ser usados para melhorar a pele no pescoço e nas mãos.

 

Com ele é possível melhorar:

  • A acne ou cicatrizes de acne
  • Manchas senis
  • Rugas
  • Sardas
  • Pigmentação irregular da pele
  • Pele áspera e descamativa
  • Cicatrizes;
  • Pele danificada pelo sol.
 

Como age o Peeling Químico?

Soluções químicas são cuidadosamente aplicadas na pele para melhorar a textura, removendo camadas exteriores danificadas. Os produtos químicos usados são fenol, ácido tricloroacético e ácidos alfahidróxidos. Cada um tem uma finalidade diferente. A fórmula utilizada pelo seu médico será ajustada para atender às suas necessidades específicas.

Peeling Químico superficial

Melhorias sutis no início, mas com melhora gradual com tratamentos adicionais.

Se você tem pigmento irregular, ressecamento, acne ou rugas superficiais, o peeling químico superficial pode ser a escolha certa. Este tipo de peeling remove apenas a camada exterior da pele (epiderme) com uma esfoliação leve, resultando num brilho saudável. O médico irá utilizar uma combinação de ácidos alfa hidróxidos e beta hidróxidos, tais como ácido glicólico, ácido láctico, ácido salicílico e ácido maleico. Todos estes produtos químicos são brandos. Você pode repetir estes tratamentos semanalmente, até seis semanas, para alcançar os resultados desejados.

Procedimento

  • Seu rosto deve estar limpo;
  • A solução química é espalhada em sua pele e permanece por até 10 minutos. Você pode sentir leve ardor;
  • O peeling químico é, então, removido e neutralizado.
 

Peeling Químico profundo

Os resultados são excelentes, no entanto, a recuperação leva mais tempo.

Se você tiver rugas faciais profundas, pele danificada pelo sol, cicatrizes, áreas com aparência manchada ou até mesmo lesões pré-cancerígenas, o peeling profundo pode ser a escolha certa para você. Seu médico usará uma substância mais forte, chamada fenol, que penetra na camada inferior da pele (derme). Para este tipo de peeling, pode ser necessário anestésico local e sedação para diminuir qualquer desconforto.

Procedimento

O peeling químico profundo geralmente envolve algum tipo de pré-tratamento por até oito semanas. Esta etapa do tratamento irá preparar sua pele para o peeling e acelerar o processo de cicatrização. O pré-tratamento pode incluir o uso de medicamento derivado da vitamina A, com a finalidade de afinar a camada superficial da pele, permitindo que a solução química penetre de forma mais uniforme e profunda. Se você não for tolerante a este pré-tratamento, o médico poderá prescrever outras opções.

  • Você será submetido à sedação. Anestésico local será aplicado no seu rosto;
  • Seu rosto será limpo;
  • O fenol é espalhado sobre a área e pode permanecer de 30 minutos, até duas horas. O produto químico é neutralizado com água;
  • Depois de deixar a pele descansar por uma hora, uma espessa camada de vaselina é aplicada sobre a pele, cobrindo as crostas que se desenvolveram. A vaselina deve permanecer no local por até dois dias. Ocasionalmente, o médico vai optar por cobrir a pele com tiras de fita adesiva com abertura para os olhos e boca, em vez de aplicar a camada de vaselina. O médico optará por escolher esta abordagem se você tiver rugas severas.

Fonte: SBCP

 

Dr. Mario Cardoso

Médico Graduado pela UFGD - Universidade Federal da Grande Dourados - MS 2006. Residência Médica em Cirurgia Geral pelo HMMG - Hospital Municipal Mario Gatti - Campinas - SP 2011. Título de Especialista em Cirurgia Geral pelo MEC [...]

Conheça mais sobre o dr.